sábado, janeiro 16, 2010

Torres Medievais de Vouzela



Torres Medievais de Vouzela


A construção das torres medievais, ou casas-torre, foi inspirada nas torres de menagem.
Este tipo de construção fortificada, apareceu entre o século XII e o XIII, e era utilizada pela pequena e média nobreza como residência.
As casas torre evidenciavam um sinal de posse sobre as zonas férteis que as rodeavam e demonstram a busca de prestígio e ascensão social pela pequena nobreza.
Estas torres apresentavam geralmente três pisos sem divisórias, sendo o térreo utilizado como armazém, o piso intermédio como sala e o piso superior como aposento do proprietário.
A presença destas três torres em Vouzela é também um sinal de que a região de Lafões sempre foi um espaço bem localizado, convidativo e fértil, com todas as condições necessárias aos objectivos da pequena nobreza e segundas linhagens.
As três torres, Alcofra, Cambra e Vilharigues, das quais ainda há vestígios, são três testemunhos de uma época que marcou a região de Lafões. Construções fortificadas medievais, antigas residências de nobres, actualmente integradas no percurso turístico no concelho de Vouzela.
Existiu pelo menos mais uma torre, a Torre de Bendavizes, que se localizava na localidade de Bendavizes, freguesia de Fataunços, mas já não existem vestigios no local da sua existência.

Torre Medieval de Alcofra


Torre Medieval de Alcofra



Trata-se de uma torre medieval/moderna situada no centro da povoação de Cabo de Vila, Alcofra.
Uma escada movível que alcançava a porta, situada na face sul, no primeiro andar, permitia o acesso ao interior da Torre.
A preocupação defensiva é sublinhada pelo facto de ao nível do rés-do-chão apenas existirem umas frestas verticais, muito estreitas, para arejamento do interior.
Está implantada num vale e por isso goza de uma vista privilegiada sobre os campos de cultivo.

Torre Medieval de Cambra


Torre Medieval de Cambra


É uma torre medieval moderna, de planta quadrangular, localizada num pequeno esporão entre os rios Couto, a sul, e Alfusqueiro, a norte.
No Verão de 1997, escavações arqueológicas permitiram a recuperação de centenas de fragmentos de cerâmica de uso doméstico e de construção, que permitem datar a ocupação do monumento desde a Idade Média aos séculos XVI – XVII.

Torre Medieval de Paços de Vilharigues


Torre Medieval de Paços de Vilharigues


Torre medieval/moderna, de planta quadrangular. Encontra-se localizada num outeiro, a norte da aldeia de Vilharigues.
Apenas restam duas das quatro paredes originais, sendo no entanto possível observar o negativo dos três pisos que possuía.
À semelhança da maioria das construções castelares, a torre está implantada sobre um acentuada elevação, beneficiando de uma soberba vista sobre a vila de Vouzela e o vale de Lafões. A sua localização estratégica, juntamente com o seu perfil militar criou inúmeras dúvidas sobre a sua função, sendo confundida ainda hoje com um castelo ou com uma torre de menagem. Terá sido erguida em finais do século XIII, inícios do século XIV, dado que já apresenta nas paredes exteriores dois matacães assentes sobre mísulas.